Como proceder a uma cobrança de modo a torná-la eficaz?

Recorrer ao tribunal, manter uma actuação extrajudicial ou, simplesmente, desistir?

Estas são as principais questões que se colocam a quem se vê forçado a proceder a uma cobrança, cujo exercício pode resultar infrutífero e até mesmo penalizador para a empresa.

É fundamental saber identificar os sinais de alerta, estipular tempos de reacção, conhecer os critérios para uma escolha do meio adequado ao recebimento.

Mais de metade do insucesso nas cobranças de créditos tem origem no próprio credor. É essencial organizar o processo e estruturar rotinas, desde o início do negócio até à efectiva cobrança.

Numa palavra, aprenda a estratégia que leva a uma cobrança efectiva e célere, longe dos incobráveis causadores do insucesso empresarial.