ROTA INVESTIMENTO ANGOLA

Actualmente, a discussão pública em Angola centra-se nas alterações à Lei do Investimento Privado e alguns sectores defendem que os valores mínimos de investimento estrangeiro em Angola devem variar de acordo com as características da província que vai receber o investimento.
Num momento em que o valor do investimento poderá vir a ser reduzido para as zonas fronteiriças e províncias do miolo do território angolano, há que conhecer melhor as diversas províncias:
– Como se estruturam em termos administrativos e quais as atribuições e competências dos órgãos de Administração Local nessas províncias?
– Que indústria e comércio se desenvolvem nas diversas geografias angolanas?
– Que projectos estão implementados e a ser desenvolvidos no terreno de forma concreta?
– Onde estão implantadas as ZEEs ( Zonas Económicas Especiais ) e os Pólos Industriais?
– Como pode o investidor externo delas tirar partido?
– Que necessidades mais significativas têm cada uma das diversas províncias?
– Em que província apostar?
– Como aí investir?