(+351) 21 386 04 14

24 nov - Ouro, jóias, relógios e o branqueamento de capitais

24 nov – Ouro, jóias, relógios e o branqueamento de capitais

Tópicos abordados

  • Deveres no âmbito de prevenção de branqueamento de capitais
  • Cumprimento da obrigação legal de adquirir e providenciar formação nesta temática

 

Breve descrição

Sabia que a transposição da nova Diretiva AML (anti-money laundering) veio clarificar que as ourivesariasrelojoarias e joalharias devem cumprir determinados deveres no âmbito da prevenção do branqueamento de capitais? Estas entidades têm também a obrigação legal de providenciar formação regular sobre estas matérias aos seus dirigentes, trabalhadores e demais colaboradores cujas funções sejam relevantes para efeitos da prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo decorrentes da Lei 83/2017, de 18 de agosto? E sabe o que lhe pode acontecer se incumprir estes deveres? A coima pode ir até um máximo de 1.000.000€, para além da possibilidade de cometerem um crime de branqueamento.

Jogue pelo seguro e aposte em formação de qualidade nesta área. Este curso vai-lhe permitir adquirir conhecimentos sobre o sistema legal de prevenção de branqueamento de capitais no seu setor específico e cumprir a obrigação de adquirir ou providenciar formação sobre o mesmo.

Data

24 de novembro, das 14:00 às 16:30 (via zoom).

Preço

80,00€ (IVA incluído).

Formador

João Rodrigues Brito, advogado e associado principal na Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados

 

 

 

 

 

Contact Us
Saber mais
Maximum upload size: 8MB
Privacidade *